terça-feira, 29 de junho de 2010

Igreja Matriz de São João Batista.





Foto da Antiga Igreja Matriz – Atualmente Casa Paroquial.





A Igreja Matriz da cidade de Dourado foi construída no início do século XX. Apresenta em seu interior pinturas de painéis à óleo, feitas no período de 1935/1937 por Franciscus Pavlovic, renomado artista esloveno. Esta igreja é uma edificação de estilo germânico, que consiste em templos com uma único torre.
Além da pintura de painéis na Igreja Matriz por Franciscus Pavlovic temos a arquitetura do excepcional artista Ramos de Azevedo, que projetou as capelas das Fazendas São José e Monte Verde, em 1905.

Fonte de Pesquisa:
São João Batista (Perfil Orkut).
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=5740922550355863299

Franciscus Pavlovic (Postojna, em 29 de outubro de 1892 - 1981, Oriente (São Paulo)) foi um pintor esloveno que trabalhou no interior do estado de São Paulo durante o meados do século XX, sendo o responsável pela pintura decorativa interna de diversas igrejas daquela região. Inspirava-se amplamente nas decorações do Kunsthistorisches e do Burgtheater, ambos em Viena e utilizava técnica de pintura mural.

Fotos Interior da Igreja Matriz.











Biografia.
Chegou ao Brasil no ano de 1923, com 31 anos de idade, quando a partir de então pintou e decorou 13 Igrejas brasileiras, 12 delas no interior do Estado de São Paulo e uma no Paraná, no período de 1923 a 1966.

Fonte Wikipédia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Franciscus_Pavlovic



Fotos Atuais.
Capela Santa Cruz.





Capela Avenida da Saudade.





Igreja São Vicente de Paula.





Igreja Nossa Senhora Aparecida.





Igreja Matriz de São João Batista.





Ver também:


Rua Barão do Rio Branco.
http://douradocidadeonline.blogspot.com/2008/08/rua-baro-do-rio-branco.html

Autores de Dourado.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2008/07/autores-e-obras-de-nossa-terra_28.html

Grupo Escolar Senador Carlos José Botelho.
http://douradocidadeonline.blogspot.com/2008/06/senador-carlos-jos-botelho.html

Centro Juvenil São Domingos Sávio.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2009/10/iniciativa-paroquial.html

Programação da Festa de São João Batista – 2010.


terça-feira, 22 de junho de 2010

Festa São João Batista – Dourado – 2010.



Grande festa em louvor a São João Batista, em Dourado, SP. ANO 2010

Início: 24 de junho .

Término: 25 de julho.

Cobertura completa: FM Educativa. 93,3. SDS é mais.

Durante os festejos, as missas de sábado serão celebradas somente na Igreja Matriz, às 19h30min, missa dos jovens, animação Grupo JUVENCRIS. Missa aos Domingos: 07h00min na comunidade São Vicente de Paulo, às 09h00min e 19h00min na Matriz.

DIA 24 DE JUNHO:

06h00min. Alvorada.

09h00min. Missa junina.

14h00min. Concentração na família Dictoro; rua Santos Dumont, 338.

15h00min. Bênção e levantamento dos mastros no Estádio Municipal Parque São Pedro.

18h00min. Missa festiva em Ação de Graças na residência do casal Dr. Alexandre e Sandra; rua Elias Maluf, 178, jardim Primavera. Em seguida, os mastros serão transportados até a praça da Matriz, onde serão abençoados.

DIA 25 DE JUNHO:

19h30min. Missa em Ação de Graças na chácara Toninho Speranza.
20h00min. Missa na residência comercial, Rose e família Fatore. Avenida da Saudade. Dia de Nossa Senhora Rainha da Paz.

DIA 09 DE JULHO:

Baile da festa, Grupo NÓS, no Centro Juvenil, às 23h00min. Convites antecipados: Dinei Modas (16) 8116 6351, pesqueiro Caminho das Águas, Modas Legui e Drica Modas (Viviane).

DIA 25 DE JULHO: ENCERRAMENTO.

09h00min. Missa festiva da família.
17h00min. Procissão com os andores dos Santos devotos e bênção.

MÚSICA AO VIVO:

26/06/2010 Marcelo e Renam
27/06/2010 James e Jonatha

03/07/2010 Rogério Cezar e Alessandro
04/07/2010 Zé Augusto e Adriano

10/07/2010 Rony e Róger
11/07/2010 Dany e Alex

17/07/2010 Lima e Luciano
18/07/2010 Jayme e Raone

24/07/2010 Fábio e Paulinho
25/07/2010 Paulo Henrique e Fabiano

BAILE DA 3ª IDADE: 26 de junho e 24 de julho, no Centro Juvenil, às 21h00min.

LEILÃO DE GADO: 08 DE AGOSTO DE 2010.
NO PESQUEIRO CAMINHO DAS ÁGUAS, SHOW COM BANDA DOCE VENENO.


Barraqueiros, sejam bem vindos: contato Wagner (16) 8128 8142


Crédito: Equipe da festa

Fotos: Iuri Freitas.

Fonte: Paróquia São João Batista de Dourado

http://www.iparoquia.com/paroquia/index.php?id=yATM


São João Batista (Perfil Orkut).

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=5740922550355863299


















Ver também:

Histórico das Ruas de Dourado.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-06-16T09%3A04%3A00-03%3A00&max-results=1


Desfile Cívico de Dourado 2010.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-05-25T08%3A20%3A00-03%3A00&max-results=1


História do Trevo de Dourado.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-04-26T15%3A34%3A00-03%3A00&max-results=1


Filatelista Douradense.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-03-24T08%3A31%3A00-03%3A00&max-results=1


Bar do Bertucci.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-03-19T17%3A01%3A00-03%3A00&max-results=1


Nos Tempos da Maria Fumaça.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-03-09T15%3A11%3A00-03%3A00&max-results=1


Festa São João Batista 2009.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2009/06/festa-sao-joao-batista-dourado-2009.html




quarta-feira, 16 de junho de 2010

Alunos do 2º Termo – Lembranças Escola Monteiro 2001.



Dos “Anjos” para os Homens é uma coletânea de textos diversos, poesias, contos reais ou fictícios, reunidos neste livro para reforçar o gosto pela leitura, dando mais encanto e alegria a você, caro leitor.

Portanto, não estranhe se encontrar aqui algo que lhe desagrade ou espante, pois não somos escritores veteranos, somos algo mais, somos revelações!


Alunos do 2º Termo do Ensino Médio.

Escola Municipal Antônio Monteiro Novo.



Ao leitor ...


Quando as aulas recomeçaram no segundo semestre de 2001, mal podíamos imaginar a transformação total que seria para todos nós! Sempre, desde o início do ano, fomos uma turma unida, mas ao começarmos com a turma do Segundo Termo do Ensino Médio, fortaleceu-se ainda mais esta união, com a formação do nosso grupo teatral “Anjos em Cena”.

Tudo começou com uma brincadeira dentro da sala de aula, durante as aulas de Língua Portuguesa.

Resolvemos vencer os medos, enfrentar os desafios. Fizemos nossa primeira apresentação teatral, veio a segunda, a terceira, a quarta ...e pretendemos não parar tão cedo.

Mesmo que cada um vá para um lado, os “os dias de colegial acabarem”, com certeza, nosso grupo continuará unido de alguma forma, ou pelo coração, ou por pensamentos, lembranças ou saudades: pois o que existe entre nós é maior que uma simples amizade!

É luz! É vida! É divino! É misterioso! Daí nosso nome inspirado, sugerido e acatado por todos: “Anjos em Cena”! Anjos, pois nossas professoras de Português e Inglês, vivem nos dizendo que caímos do céu (e em cena), porque pretendemos atuar sempre, não só no palco, mas também na vida!

Então queríamos que soubessem mais a nosso respeito: pois, ali no palco, estávamos apenas atuando, éramos mais um personagem; mas aqui, agora, não, pois deixaremos transparecer um pouco mais de nós mesmos, nossas idéias, nossos pensamentos, sentimentos emoções. O título “Dos anjos para os Homens” deve-se ao fato de pessoas “especiais”, desejando mostrar de alguma forma, o caminho da luz e nada melhor que a leitura, “pois nunca está só quem possui um bom livro para ler e boas idéias sobre as quais meditar”, pois uma coletânea de pensamentos deve ser uma farmácia moral onde se encontrem remédios, para todos os males. (kehl/Voltaire).

Caro leitor, por favor não estranhe nossas idéias, faça de conta que somos mais que escritores veteranos, mais que grandes autores, pois somos revelações ...!



Há no livro uma luz calma

Que torna o mundo maior;

Quem vê pelos olhos da alma,

Vê mais longe e vê melhor.”

(Belmiro Braga)


Os autores.

Dourado, 18 de dezembro de 2001.



Homenagem à Diretora Ana Maria Paloschi Marin.

Vale a pena esperar ...


Em toda vida humana

surge um momento supremo ...

um dia, uma noite,

uma manhã, uma tarde,

uma hora decisiva,

um instante oportuno ...

uma fresta através da qual

a pessoa vislumbra

coisas maravilhosas e sublimes

Um quase nada na balança,

cujos pratos são:

o demasiado cedo”

o demasiado tarde”.

Feliz é quem sabe esperar ...

e que de pé

à proa da barca da vida,

trabalha e vigia

pronto a aproveitar o momento

em que a ocasião

estende a sua mão,

quando no relógio do destino

soar o “AGORA”!


Maria Towuseand



Homenagem à Secretária de Educação Municipal de Dourado,

Marta Foschini de Lima


Descobrindo Nova Coragem

As experiências da vida

servem para nos dar uma nova consciência

do grande potencial que há em nós.

Algumas vezes, podemos crer

que não possuímos a necessária coragem

para nos defrontar com alguma experiência;

podemos sentir que alguma dúvida

está se aninhando em nosso coração;

pode parecer até que a vida

está nos empurrando na direção

de uma situação que está além

da nossa capacidade para resolver.


Muitas vezes, é como o resultado de tal experiência

que descobrimos o nosso verdadeiro valor;

descobrimos que realmente temos coragem

para nos defrontar com todas as experiências da vida.


Como podemos conhecer a coragem

se não a experimentamos?


Quando enfrentamos os desafios

ganhamos novo vigor e novo entendimento,

que nos preparam para enfrentar

as mais sérias experiências da vida.


Toda a vida é uma preparação

para maiores acontecimentos.

Quanto mais superamos os obstáculos,

maiores descobertas fazemos

do nosso potencial interior e Divino.


Unidade.


A Bola de Fogo (Eraldo Agnelli).




Muito comum no interior é a história da bola de fogo. Há inúmeros casos idênticos acontecidos em diversos lugares.

Na fazenda Mundo Novo, no município de Brotas, há mais de trinta anos vem sendo mostrada, todas as sextas-feiras, até pelas vinte e duas horas, estranha aparição. Trata-se de uma bola de fogo bem luminosa que se ergue de um capão de mato existente nas proximidades. Atravessa uma extensão de mais ou menos cinco quilômetros e vai desaparecendo atrás de um morro.

Quando pesquisei este fenômeno, consegui notar, aqui em Dourado, onze lugares onde apareceu essa bola de fogo.

O lugar em que ela aparece com mais freqüência, dizem, e eu tive a oportunidade de ver, é na fazenda Santo Antônio, do senhor João Carlos Holl, no lugar denominado mata de ouro.

Essa esfera luminosa é visível a longa distância, dando a impressão ao observador, de uma estrela descendo à terra.

Dizem os caboclos que onde a bola cai poderá ser encontrado um tesouro enterrado no solo.

Essa bola de fogo é também chamada de “mãe de ouro” nome esse conhecido em várias partes do Brasil.




Trem Fantasma (Domingos Fernando Paglioni).





Era uma tarde chuvosa, ventava pouco em uma estrada quase deserta, onde passavam poucos carros. Uma senhora ficou parada com o carro, durante um par de horas, com o pneu furado, amedrontada. De repente, parou um carro, o moço desceu e perguntou o que havia acontecido. Ela demonstrou medo achando que fosse um assaltante.

De repente, ela diz:

  • O pneu furou! Sua voz era trêmula, o moço, Brian, disse-lhe:

  • Senhora, quer se acomodar no carro? Está sempre meio sujo devido ao meu serviço, mas está quentinho lá dentro. Ela respondeu:

  • Está bem aqui. Ainda com medo que ele a assaltasse.

  • Ele trocou o pneu debaixo de chuva, e o vento aumentava.

Levou trinta minutos para fazer o serviço. Assim que ele acabou, ela o agradeceu e perguntou quanto lhe devia. Com sua simplicidade, disse-lhe:

  • A senhora nada me deve, só quero lhe pedir, quando encontrar alguém que precise de ajuda, transmita bastante amor, compreensão e carinho. Assim, ele foi embora e a mulher ficou sensibilizada. Andou por duas horas e sentiu fome.

Logo adiante, avistou uma lanchonete simples e entrou.


A moça que veio atendê-la, grávida de oito meses e com os pés inchados, apresentava um imenso cansaço. Mesmo assim havia um sorriso em seu rosto. Ela logo pegou uma toalha limpa e colocou na mesa. Havia muito serviço ali, várias mesas para limpar, louças para lavar e ela ainda tinha forças para fazer tudo isso, apesar de seu cansaço.

A senhora serviu-se, pediu a conta e saiu. A simples garçonete veio limpar a mesa, quando se assustou com a gorjeta que ela havia deixado. Pegou o prato e embaixo havia um envelope contendo quatrocentos dólares, com as seguintes palavras: “Eu tenho muito, e você mesmo com os pés inchados, ainda tem um sorriso no rosto”. A moça, contente, pegou o envelope e foi para casa. Chegando lá, encontrou um marido cansado, dormindo, e no seu ouvido disse: “Brian, eu te amo. Fique tranqüilo, já temos dinheiro para comprar as roupas que o nosso bebê precisar!”

Quando puder ajudar alguém, ajude. Que Deus, na sua plenitude, vai te proteger e ajudar.


Moral da história: Quando estiver sobrando, divida. Você pode fazer alguém muito feliz e salvar uma vida! ...






Autores e Títulos:

Eraldo Agnelli (A Bola de Fogo),

Joceli Maria Romeiro Vannucchi (A Rosa Amarela),

Suelen Cristina M. da Silva (Orquídea Azul),

Dulcilene Finhane Riva (Amor),

Cleber Ap. Martins Vieira (Você),

Márcia Rosangela Lima (Quando te vi),

Nadir Quintino Verruma (Duas vidas em uma alma),

Viviane de Araújo (A Moça da Jaqueta Amarela),

Domingos Fernando Paglioni (Trem Fantasma),

Celso Henrique Panseri,

Luiz Antonio Mathias,

Luiz Antonio de Souza Antonio,

Luiz Carlos Prado,

José Tibúrcio Martins,

José Fernando Galvão (C.A.I.E.T.),

Aparecida Cristina Batista (O sonho),

Rosangela de Fátima Macedo (Um amor proibido),

Elizabete Alves Cirino (Por que vim ao mundo?)

Juliana de C. Joaquim (Uma lição de vida e fé),

Marcos V. Alonso (As estações do amor),

Cristiano de Freitas (Não espere),

Marcos V. Alonso (Love Seasons - adaptado pela Profª Sueli Stefano),

Marli Donizete Castilho (O Direito de se Redimir),

José Luiz da Silva (Ainda é você),

Juliana Flaitt (O túmulo que chora),

Cláudia Augusta Ribeiro (Desejo viver te amando),

José Luiz Alves (O Jequitibá),


Elaine V. R. dos Santos (Tercetos),

Graciela Madalena F. Machado (Tudo).


Mensagem Final do Livro:

Se deres as costas à luz nada mais verás do que a tua própria sombra”.


Zálkind Piatigórsky






Ver também:

E. M. Antonio Monteiro Novo.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2008/10/em-antonio-monteiro-novo.html


Construção da CD (Companhia Douradense das Estradas de Ferro).

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2008/10/construo-da-cia-douradense-das-estradas.html


Serginho Dourado (Santos F.C.)

http://douradocidadeonline.blogspot.com/search?updated-max=2010-06-04T15%3A13%3A00-03%3A00&max-results=1


Fotos e Recordações Escola Salles Jr.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2010/02/fotos-e-recordacoes_26.html




quinta-feira, 10 de junho de 2010

Rua 24 de Junho









Data Comemorativa ao Santo Padroeiro de Dourado, São João Batista.
Inicia na rua José Victorino da Silva e termina na rua Capitão Adolfo Manoel Alves, Bairro Jardim Novo Dourado.
Esse santo é o responsável pelo título de "santo festeiro", por isso, no dia 24 de junho, dia do seu nascimento, as festas são recheadas de muita dança, em especial o forró.

No Nordeste do País, existem muitas festas em homenagem a São João, que também é conhecido como protetor dos casados e enfermos, principalmente no que se refere a dores de cabeça e de garganta.

Alguns símbolos são conhecidos por remeterem ao nascimento de São João, como a fogueira, o mastro, os fogos, a capelinha, a palha e o manjericão.

Hoje, nas cidades nordestinas, existe o costume de, na madrugada do dia 24 de junho, tomar banho em um rio ou mesmo mergulhar uma imagem do santo, como forma de purificação. Esse costume remonta a história de João, que pregava às margens do rio Jordão, em Israel, e batizava os fiéis que se convertiam ao cristianismo mergulhando-os nas águas.





Já na cidade de Dourado, como reza a tradição desta data, é celebrada uma Missa à São João Batista na casa de uma das famílias devotas e depois ocorre uma Procissão em companhia do Andor, Bandeira e Mastro de São João pelas principais ruas da cidade. Chegando à Igreja Matriz há o Levantamento do Mastro e muitos fogos. Enquanto a Banda 19 de maio toca músicas no coreto indicando o início de mais uma Festa Junina. O fim da Festa, na segunda quinzena de julho, fecha também com uma Missa e a Procissão acompanhada pelos Andores de todos os Santos pelas ruas da cidade.





João é considerado o santo mais próximo de Cristo. Além de ser seu parente de sangue, Jesus foi batizado por João nas margens do Jordão.
Pesquisa: Porto Web (Datas Comemorativas).

Ver também:










sexta-feira, 4 de junho de 2010

Corpus Christi em Dourado

A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia - o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.


Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.

Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.

Origem da Celebração

A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal "Trasnsiturus de hoc mundo", estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.

A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

No Brasil

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.


Fonte de Pesquisa: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=234011


Em Dourado os enfeites nas ruas tiveram início às 4 horas da madrugada, segundo conta a Catequista Sandra Zólio Justi, do Grupo Juvencris. Foram usados materiais de serragem, flores, tintas, tecidos, galhos de cedrinhos entre outros. A serragem era misturada a tinta numa betoneira e depois colocada ao solo para formar os desenhos, figuras e imagens. João Rufino teve seu empenho que se destacou nos desenhos mais detalhados.

Sendo uma tradição na cidade de Dourado e uma procissão seguida por muitos fiéis, a comemoração de Corpus Christi traz pessoas das cidades vizinhas e de outras cidades para o evento tão esperado e respeitado pela comunidade douradense.







































































































Ver também:

Dourado Clube e Uaru Clube.

http://douradocidadeonline.blogspot.com/2008/08/dourado-clube-e-uaru-clube.html