terça-feira, 7 de junho de 2011

Dourado é minha cidade.


Dourado é Minha Cidade.

Minha cidade se espreguiça
E acorda devagar...
O sol nasce por detrás dos teus morros,
Invade tuas ruas,
Espia por entre os teus prédios,
Buscando, nos cantos mais escuros,
Descobrir teus segredos noturnos.
O vento contorna tuas curvas
Cantando em teus ouvidos
O mais suave “bom dia”
Que se possa desejar.
Tu espias maliciosa
As manhãs do sol e do ar
E escondes, com teu sorriso maroto,
Os mistérios de tuas noites.
Minha cidade...
Preguiçosa, te espreguiças,
E acordas devagar.

Autora: Professora Sonia Dada, EMEF Senador Carlos José Botelho.








Minha Cidade, Meu Jardim

Neste jardim reconstruído
sentada num banco ao entardecer
eu penso no prazer infinito
de nesta cidade viver!

O jardim então restaurado
Com suas cores, suas flores
com aromas tão diferentes
a diversidade das cores
e as relvas frescas e verdes!

Poderei ouvir o cantar da passarada
toda riqueza e beleza
faz-me cada vez mais dotada
a Amar a “mãe Natureza”!

Sozinha aqui estou
sentada, neste jardim
e tão feliz neste momento sou
por Deus me ter feito assim.

Com este meu jeito de rimar
e sentir algo diferente
e ao papel poder passar
o que me vai na mente.

Sentir assim, assim Amar,
manifestar os seus ideais
tentando aos outros deixar
uma mensagem de amor e paz
a todos os meus irmãos douradenses.

Autora: Professora Sonia Dada, EMEF Senador Carlos José Botelho.


Fotos da Cidade de Dourado.


Cidade Querida

Dourado, minha cidade querida,
E aqui quero morar.
Por quê?
Porque na minha cidade, Dourado, não tem Mar,
Mas tem Luar!
Porque a minha cidade na verdade,
parece um lugarzinho perdido no meio do Nada.
Mas nas Madrugadas, após despertar
o povo sabe exatamente onde tem de labutar!
Aqui tem cheiro de terra, tem cheiro de mato...
Tudo o que se planta cresce, germina e floresce.
E o coração do povo que chora
quando daqui vai-se embora,
Que conta nos dedos os dias
e vive marcando as horas
para aqui retornar,
Diz devagar, suspirando
como um sussurro no ar:
- Sonho acordado ou dormindo,

minha terra despertar!
O sol raiando tão lindo
no horizonte a brilhar,
E eu desperto sorrindo por viver neste lugar...
Pois é aqui que nasci, é aqui que vou ficar,
Plantar meus sonhos mais lindos
por eles vou lutar!
Sei que sem sonhos e lutas,
Nada posso conquistar!
A vida é feita de Sonhos...
Nunca deixe de Sonhar!

Autora: Professora Sonia Dada, EMEF Senador Carlos José Botelho.







SOB AS ASAS DO SABER
Poesia: Carla Gonçalves Casadei Torres
Rogéria Peichim
Arranjo Musical: Valdir Alves da Costa
Vocal: Valdir Alves da Costa

DO SONHO DE UM IDEALISTA
NASCEU UMA ESCOLA IMPONENTE
QUE DESDE UM PASSADO DISTANTE
JÁ ENSINAVA TANTA GENTE.

NOS DOIS LADOS DA VIAGEM
UM DIA AQUI SE CHEGOU
E SOB A REGÊNCIA DO MESTRE
UM FUTURO DE GLÓRIA ALMEJOU.

REFRÃO

SENADOR, TEMOS ORGULHO DE FAZER
PARTE DE VOCÊ!
ESCOLA TÃO AMADA
QUE NOS FAZ CRESCER

AQUI LOGO APRENDEMOS QUE
UMA AMIZADE VAI ALÉM,
QUE DIFERENÇAS SÃO VIRTUDES
E PRECONCEITO NÃO SE TEM

SOB AS ASAS DO SABER
BUSCAR SEMPRE O MELHOR
TRAZENDO CONOSCO O SONHO
DE UM AMANHÃ MAIOR

REFRÃO

SENADOR, TEMOS ORGULHO DE FAZER
PARTE DE VOCÊ!
ESCOLA QUE NOS ENSINA
PARA MELHOR VENCER

SUCESSO, HONRA E VITÓRIA
PARA TRILHAR GRANDES RUMOS
SERÃO O NOSSO LEGADO PRA
CRIAR NOSSA PRÓPRIA HISTÓRIA

QUANDO O FUTURO CHEGAR,
IMPOSSÍVEL LHE ESQUECER.
LEVAREMOS SEMPRE CONOSCO
TUDO O QUE PUDEMOS APRENDER

REFRÃO

SENADOR, TEMOS ORGULHO DE FAZER
PARTE DE VOCÊ!
ESCOLA QUE NOS ENSINA
PARA MELHOR VENCER!
 



EMEF Senador Carlos José Botelho (Foto Atual).



Professores EMEF Senador Carlos José Botelho (2005).




Veja também neste Blog: