quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Praça Dr. José Buzza, Dourado - SP

 
Também chamada como a “Praça do Asilo”. Está localizada nas coordenadas 22º 06’ 39.84” latitude Sul e 48º 19’ 04.40” longitude Oeste, na rua 13 de Maio, no bairro Centro, adjacente a Associação são Vicente de Paula de Amparo a Velhice de Dourado (Asilo Municipal) (FIGURA 07).
 



FIGURA 07: Visão panorâmica. Localização da Praça Dr. José Buzzá presente na cidade de Dourado-SP (FONTE: Google Earth;
08 set 2011).



A Prefeitura Municipal de Dourado – SP decretou pela Lei Nº 475 (de 28 de abril de 1981) o nome do logradouro público defronte a Associação São Vicente de Paula de Amparo a Velhice de Dourado de Praça Dr. José Buzzá, situada no bairro Centro, à Rua 13 de maio (FIGURA 20) (Prefeitura Municipal de Dourado).

Popularmente, a praça é chamada de Praça do Asilo e oferece bem-estar aos idosos que a freqüentam. Não só estes, mas também uma ampla gama da sociedade visita esse espaço verde urbano por maximizar a estética da Igreja de São Vicente de Paula ali presente. As árvores existentes são de grande e médio porte correspondendo a áreas sombreadas e as espécies ornamentais ajudam no paisagismo local.

Sua construção acompanhou a elaboração da Igreja que foi a cópia de uma capela, localizada a beira do rio Tietê, pertencente à cidade de Jaú – SP, onde a planta arquitetônica foi doada pelo Padre Espírito, que não hesitou em colaborar e atendeu aos pedidos dos douradenses. A praça recebeu o nome de Dr. José Buzzá, em homenagem ao prefeito que ergueu as paredes da Igreja por volta de 30 a 40 anos ao lado da Associação e que hoje se encontra nas mesmas condições desde sua inauguração.




FIGURA 20: Praça Dr. José Buzzá (IMAGEM: DONATO, G. R, 2011).


Gabriel Romeiro Donato






ABORDAGEM FLORÍSTICA E FITOSSOCIOLÓGICA DAS PRAÇAS DA CIDADE DE DOURADO-SP COM TRAÇOS DE SUA HISTORIA E CULTURA.


Preciso fundir-me com a biologia do espaço. Coordenar sentido, alma, coração, sabendo notar, desde o mais simples até o mais complexo dos seres, completando a chance de enxergar que cada um tem sua própria importância”.  (Gabriel Romeiro Donato).




Veja também neste Blog: