terça-feira, 17 de abril de 2012

Lembranças da “Fazenda Botelho” em Dourado.



O Senador Carlos José Botelho é também lembrado pela maior parte dos douradenses não apenas como homem público e por ter desenvolvido inúmeras obras como Secretário da Agricultura no Governo de Jorge Tibiriça (1904 – 1908) mas pelas boas lembranças das famílias que moravam em sua fazenda quando em Dourado o café ainda era a principal cultura nas lavouras brasileiras.

Assim, como hoje, ainda temos boas recordações do apito da “Maria Fumaça” à antiga estação ferroviária, também porque todas as novidades chegavam pela ferrovia.

Entre outras memórias, desta época, a juventude douradense divirtia-se como podia. Tomava sorvete na sorveteria do Durvalino Pereira e do Cândido que ficava bem ao lado do cinema "Cine São Paulo" propriedade do Orlando Tavano.

O cinema fazia duas sessões, a das sete era mais cotada, geralmente iam as moças "de família" e havia a das onze. Os domingos havia matinée para a criançada. Na entrada cartazes anunciavam os próximos filmes, a maioria de bangue-bangue, alguns até Italianos disfarçados de Americanos. Vendia-se pipoca com molho ou sal e algodão doce, alegria da molecada e dos dentistas. Dourado foi perdendo aquele arzinho europeu. Seus bangalôs, herança da ferrovia foram dando lugar a uma arquitetura despojada, de linhas retas.

Mas nada precedia o entusiasmo e aquela felicidade de quando vinham os netos à casa dos avós que moravam nas fazendas e compartilhavam da liberdade de correr pelos gramados. E um verde que fascinava os olhares de todo aquele que mora em “cidade grande” e não pode desfrutar dessa linda paisagem. Assim percebemos hoje pelos olhares dos turistas que visitam nossa cidade e desfrutam dessa hospitalidade e de lugares que chegam a ser comparados a um cartão postal.

E quem não tem uma boa lembrança, da sua infância, ao lado dos avós, que nos proporcionaram momentos inesquecíveis de uma época que não esquecemos jamais. 
Saborear aquelas receitas que saiam do forno à lenha: pão de forma, leitoa à pururuca, frango caipira com polenta, macarronada com molho de tomate, doce de abóbora e de leite, rapadura, bolo de fubá, queijo fresco, tomar garapa (caldo de cana)...


Fotos compartilhadas por Angela.








Fotos: Fazenda Botelho em Dourado.

Garagem da Fazenda Botelho: Nos tratores da Esquerda á Direita, Antenor e Luis Gramignolli e em frente os tratores, Neroni e Orlando Gramignolli.

Obrigado Angela por colaborar com o Blog preservando a memória histórica de Dourado.

Vejam também neste Blog: