quarta-feira, 26 de junho de 2013

Cada Banco, Uma História - Selaria Brasil.




Retirado do Jornal “O Dourado”, Edição - 12 de abril de 2007 – ano 11 – nº 210, pág. 5.

Selaria Brasil – Luiz Valente (Couro, Arreios e Calçados).


Nosso Pai. Texto de Apparecida Valente Jacobucci (filha).

É um prazer imenso falar-nos sobre Luiz Valente, nosso amado pai. Agradecemos a honra que este jornal nos concede e os parabenizamos pelo magnífico trabalho de imprensa.

Filho dos italianos Carmelo e Caetana Valente nasceu no dia 18 de agosto de 1918, e viveu em Dourado onde se casou com nossa linda Mãe – Ana Sciarretta Valente. Somos quatro filhos, um já no Céu.

Foi comerciante, seleiro, sapateiro, leiloeiro das inesquecíveis Festas de São João, caridoso com os falecidos em serviços voluntários, pescador, provedor de frangos, leitoas, cabritos à família (ele matava e limpava os animais e até fazia lingüiça!) e tanto mais.

Ótimo Pai nos amou e educou com sabedoria. Dedicado esposo, foi fiel a minha Mãe e trabalhou com ela pelo sustento de nossa família. Nada nos faltou, nem comida, nem educação, nem amor.

Honestíssimo, honrado, foi um cidadão digno toda sua vida. Jamais falava mal de quem quer que fosse. Pioneiro, reciclava ferro, cobre, alumínio, papel, desde aqueles tempos.

As escolas, com poucos alunos, na época, fornecia os livros didáticos que ele comprava em São Paulo, cadernos, lápis.

ÀS fazendas, o material completo, em couro, de sua Selaria; aos pescadores, o da pesca; aos que amavam música, os famosos livrinhos de letras da Música Caipira e também MPB. A todos um pouco de tudo, na Papelaria & Selaria Brasil de Luiz Valente da Rua Dr. Marques Ferreira nº 32 (hoje 456)!

Deus o abençoe querido Pai. Avô de 10 netos. 2 já com ele, 2 bisnetos, mais um a caminho, grande Italiano de “Anima & Cuore”, e maravilhoso douradense! Luiz Valente foi um homem bom. Nós nos orgulhamos dele!

Família Sciarretta Valente.

Foto: Sr. Luiz Valente.


Praça São João Batista - Dourado, SP.



Vejam também neste Blog: