segunda-feira, 2 de maio de 2011

O dia 1º de Maio e uma Homenagem.


1º de Maio – Dia Mundial do Trabalho


O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época.
Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os operários e a polícia.
Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que esse dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para o mundo todo, o dia 1º de maio foi instituído como o Dia Mundial do Trabalho.
Fonte: IBGE / Ministério do Trabalho
Página de pesquisa: http://www.culturabrasil.pro.br


Homenagem à Arnaldo Varella.




Venho neste dia 1º de maio, dia Mundial do Trabalho, levar todo meu respeito e consideração a uma pessoa que desde os 12 anos de idade trabalhou como barbeiro. Uma das profissões mais antigas e pela minha pesquisa uma das mais tradicionais do mundo.
Arnaldo Varella nasceu em Dourado no dia 18 de outubro de 1924, filho de Angelo Varella, ferroviário aposentado e de Eliza Fatore Varella. Trabalhou com Abílio Bertocci, Rubens Varella (irmão) e Nene Castelucci.
Dedicado a vida simples e à família, uma pessoa de bem com a vida deixou dois filhos: Edson, Heleni e esposa (Justina Agnelli Varella, já falecida). Seu esporte preferido era jogar malhas aos domingos (O Jogo de Malhas foi trazido ao Brasil por imigrantes portugueses, onde se lançam discos de metal em direção a um pino que se encontra a alguns metros de distância – fonte wikipédia). Veio a falecer no dia 1º de maio de 1966.
Sua Barbearia ficava em Dourado, onde hoje localiza-se a farmácia Santa Terezinha. Ver foto abaixo, desfile 19 de maio em comemoração ao aniversário da cidade.
Fica aqui uma singela homenagem de seus netos e toda família.


foto: Fanfarra 19 de maio (1967).




Curiosidade Histórica.
Início
Mas a profissão de barbeiro é muito antiga. Na Grécia, as imagens utópicas das divindades mitológicas assumiam um ideal de beleza e perfeição corporal. Essa preocupação estética levou à necessidade de um espaço exclusivo e adequado para o tratamento de beleza, incluindo o capilar.
Assim, surgiram os primeiros salões de beleza e a profissão de barbeiro, exclusiva do sexo masculino. Já nessa época, os barbeiros completavam os penteados com falsos cabelos.
Os homens pertencentes à nobreza e os guerreiros, apresentavam cabelos compridos, sustentados por faixas, correntes ou condecorações.
Os adolescentes copiavam os penteados de Apolo e Arquimedes, enquanto os velhos e filósofos usavam cabelos longos e barbas densas, como símbolo de sabedoria. As barbas e bigodes eram cortados com ponta de lança, à imagem de uma sociedade de gladiadores.
Os escravos, que não se distinguiam dos homens livres, apresentavam cabelos curtos e lisos, não se permitindo barbas nem bigodes. Nas antigas culturas, quem pegasse na barba ou cabelo de uma pessoa, era severamente punido, pois significava um atentado à honra e uma intromissão em sua psique.
Assim, a profissão de barbeiro foi associada à manutenção da saúde física do indivíduo.
A sangria era um lucrativo setor desse ofício. Nos séculos XVI e XVII, os barbeiros foram acusados de praticar a sangria despudoradamente.
Só no século XIX, o oficio de médico e de cirurgião dentista foi separado da profissão de barbeiro, porém, alguns continuaram a atuar como dentista até bem pouco tempo.
No século XX, surge a figura feminina nos salões de barbeiros, tanto no exercício da profissão quanto na clientela. Os salões tornaram-se unissex e parece que essa tendência veio para ficar por muito tempo.
No Brasil o dia do Barbeiro é comemorado no dia 6 de setembro.


Veja também neste blog: