quinta-feira, 28 de abril de 2011

A Vegetação em Dourado.


Dourado é o segundo município com mais mata nativa na região.
(JC – um jornal a serviço da cidadania) – página 3 – abril de 2010.

Um levantamento feito pelo Instituto Florestal, órgão ligado à Secretaria Estadual de Meio Ambiente, constatou que Dourado é a segunda cidade da região com maior área de cobertura vegetal nativa. Segundo o inventário Florestal Paulista, estudo desenvolvido durante 15 meses, Dourado possui hoje 22,7% de vegetação nativa.

No topo do ranking regional está o município de Luiz Antonio, com 23,7% de área verde.

No Estado de São Paulo, a cobertura vegetal nativa passou a ocupar 17,3% de todo o território, ante os 13,9% registrados há 9 anos, quando o mesmo inventário foi realizado. À época, Dourado registrou 13,6% de área verde em seu território.

Para o Instituto Florestal, o bom resultado se deve, principalmente, ao fato do novo mapa de cobertura vegetal ter sido produzido com imagens de satélite de alta resolução, aumentando em quatro vezes a possibilidade de observação das florestas paulistas.

As imagens em melhor resolução – captadas por um satélite japonês – permitiram, inclusive, a descoberta de 184,5 mil novos fragmentos florestais, o que representa 445,7 mil hectares de novas pequenas matas que não eram possíveis ser vistas pelo outro satélite.

Segundo o diretor do Departamento de Agricultura e Meio Ambiente, Jorge Luiz Abranches, o resultado apontado pelo Instituto Florestal Paulista não é surpresa para Dourado. “O rigor na fiscalização feita por órgãos ambientais tem ajudado a regularizar áreas de preservação, o que teria contribuído para o aumento da vegetação nativa”, afirmou.

O diretor da Agricultura disse também que a área urbana da cidade representa apenas 3% de todo o território de Dourado.

Vídeo: YouTube (Turismo Rural).

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Domingo de Ramos em Dourado.




O Domingo de Ramos é a festa litúrgica que celebra a entrada de Jesus Cristo na cidade de Jerusalém. É também a abertura da Semana Santa. Nesse dia, são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de oliveira ou palmeira, o que originou o nome da celebração. Segundo os Evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os discípulos. Entrou na cidade como um Rei, mas sentado num jumentinho - o símbolo da humildade - e foi aclamado pela população como o Messias, o Rei de Israel. A multidão o aclamava: "Hosana ao Filho de Davi!" Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição. A Páscoa Cristã celebra então a Ressurreição de Jesus Cristo.

História
A procissão do Domingo de Ramos surgiu depois que um grupo de cristãos da Etéria fez uma peregrinação a Jerusalém e, ao retornar, procedeu na sua região da mesma forma que havia feito nos lugares santos, lembrando os momentos da Semana Santa. O costume passou a ser utilizado gradualmente por outras igrejas e, ao final da Idade Média, foi incorporado aos ritos da Semana Santa....
 
O Rito
A celebração do Domingo de Ramos começa em uma capela ou igreja afastada de onde será rezada a Missa. Os ramos que os fiéis levam consigo são abençoados pelo sacerdote. Então, este proclama o Evangelho da entrada de Jesus em Jerusalém, e inicia-se a procissão com algumas orações próprias da festa, rumo à igreja principal ou matriz.
 
Em algumas cidades históricas como: Ouro Preto, Pirenópolis, Resende Costa e São João Del Rei, esta procissão é acompanhada de Banda de Música.
Durante a procissão, os fiéis entoam a antífona:
"Hosana ao Filho de Davi!
Hosana ao Filho de Davi!
Bendito o que vem em nome do Senhor!
Rei de Israel, Hosana nas alturas!"
 
Ao chegar onde será celebrada a missa solene, a festa muda de caráter, passando a celebrar a Paixão de Cristo. É narrado o Evangelho da Paixão, e segue a Liturgia Eucarística como de costume.
 
O sentido da festa do Domingo de Ramos tratar tanto da entrada triunfal de Cristo em Jerusalém, e depois recordar sua Paixão, é que essas duas datas estão intrinsicamente unidas. A Igreja recorda que o mesmo Cristo que foi aclamado como Rei pela multidão no Domingo, é cruficidado sob o pedido da mesma multidão na Sexta. Assim, o Domingo de Ramos é um resumo dos acontecimentos da Semana Santa, e também sua solene abertura.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Fotos da Procissão e Missa de Ramos em Dourado.

















































Clique nas fotos e acompanhe a Programação da Semana Santa.












Ver Também:

Lembranças da Cooperativa de Cafeicultores de Dourado.


Personalidade Douradense: Dona Cecília Braga.


Quem foi o Senador José Botelho?


A Maior Cavalgada.


Nito Bueno: O craque dos Ferroviários.


Banda Marcial de Dourado.


Informativo Dourado (1990).


Praças de Dourado.


Procissão de São João Batista.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Quaresma em Dourado.


O tempo da quaresma é de quarenta dias, porém em dias corridos somam quarenta e sete pois, de acordo com o cristianismo, o domingo, que já é dedicado como o dia do Senhor, durante a quaresma não é contado. Após esse período, se inicia o Tríduo Pascal, que termina no Domingo de Páscoa. Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras. Esses períodos vêm sempre antes de fatos importantes e se relacionam com a necessidade de ir criando um clima adequado e dirigindo o coração para algo que vai acontecer. Antes de iniciar sua vida pública, logo após ter sido batizado por João no rio Jordão, Jesus passou 40 dias no deserto. Esse retiro de Jesus mostra a necessidade que ele teve em se preparar para a missão que o esperava. Contam os Evangelhos que no deserto Jesus era conduzido pelo Espírito, o que quer significar que vivia em oração e recolhimento, discernindo a vontade de Deus para sua vida e como atuaria a partir de então. No tempo que passou no deserto Jesus teve uma profunda experiência de encontro com o Pai. E, tendo vivido intensamente esse encontro, foi tentado pelo diabo. As tentações que Jesus viveu – e venceu! – nos são apresentadas como aquelas que também nós vivemos e precisamos vencer. É por isso então, que os cristãos realizam uma penitência de quarenta dias, chamada quaresma.

(Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre).

Programação Paróquia de São João Batista de Dourado - SP.
De 11 a 17 de abril de 2011.

2ª feira – 11/04 – 19h30m – Recitação do Terço pelos Jovens na Igreja Matriz.
19h30m – Confissões na Paróquia Santa Madre Cabrini Em São Carlos.

3ª feira – 12/04 – 15h – Grupo de oração na Comunidade São Vicente.
19h30m – Confissões na Paróquia Santo Antonio em São Carlos.

4ª feira – 13/04 – 14h – Missa das Bênçãos no Centro Juvenil (Dourado).
19h30m – Confissões na Paróquia São Francisco de Assis em São Carlos.

5ª feira – 14/04 – 19h30m – Confissões em Itirapina.

6ª feira – 15/04 – 19h30m – Via-Sacra da Família na Igreja Matriz. Haverá Via-Sacra também nas comunidades: Aparecida, São Vicente e Sagrado Coração de Jesus, às 19h30m.

Sábado – 16/04 – 19h – Missa da Mãe Rainha na Comunidade de Nossa Senhora Aparecida.
A Missa dos jovens acontecerá Domingo, na Procissão e Bênção dos Ramos.

Domingo – 17/04 – Domingo de Ramos – A Programação da Semana Santa estará no Boletim Informativo da Paróquia, que será distribuído.
08h30m – Procissão de Ramos, saindo da Igreja Matriz e na chegada, a missa dos Ramos, às 9 horas.

Fonte de Pesquisa:
Site Paróquia de São João Batista de Dourado.

Fotos do Interior da Igreja Matriz de Dourado.
(Clique na Imagem).
















































VER TAMBÉM:









terça-feira, 5 de abril de 2011

Túnel do Tempo – Dourado Clube.

Aos 63 anos, concluídos em 20 de janeiro, o clube mais antigo da cidade de Dourado é lembrado nesta publicação como uma homenagem por realizar em sua história os bailes tradicionais à comunidade douradense. É importante destacar que os ritmos musicais assim como os trajes da época constituem parte da história de uma geração. Além de relembrar que aos 15 anos as moças faziam o primeiro baile de debutantes.

Completando o décimo quinto aniversário de uma mulher, pedia-se uma linda festa de comemoração, onde ela seria apresentada oficialmente à sociedade, começando assim uma nova fase de sua vida.

A partir do seu "début", a jovem moça passava a freqüentar reuniões sociais, a usar roupas mais adultas e tinha permissão para namorar.

Normalmente, na recepção dos convidados, a garota usava um vestido bonito e simples, cheio de detalhes infantis, e depois da meia noite usava um lindo vestido de gala para dançar a valsa com seu pai; tudo para representar que ela deixava de ser menina para se tornar uma mulher. (Fonte: wikipédia, a enciclopédia livre).

Alguns procedimentos foram mudando com o tempo, porém ainda costuma-se realizar muitos bailes de debutantes.

Fotos Dourado Clube.













































































































Ver também: